Morre Amaral, ex-zagueiro da Seleção Brasileira, aos 69 anos - Bastidores
Sexta, 14 de junho de 2024, 19:03
Bastidores

Morre Amaral, ex-zagueiro da Seleção Brasileira, aos 69 anos

Revelado pelo Guarani aos 15 anos, Amaral teve uma carreira marcante com passagens pelo Corinthians, Santos e América do México.

O ex-zagueiro da Seleção Brasileira, Amaral, faleceu nesta sexta-feira (31) aos 69 anos, vítima de câncer. Ídolo do Guarani e com uma passagem memorável pela Copa do Mundo de 1978, Amaral deixou um legado significativo no futebol.

  
Amaral Foto: Reprodução
 
 
 

Revelado pelo Guarani aos 15 anos, Amaral teve uma carreira marcante com passagens pelo Corinthians, Santos e América do México. O Guarani lamentou a morte do ídolo, conhecido também como Feijão, em nota oficial, destacando sua importância para o clube e seus torcedores.


"Nosso ídolo Amaral nos deixou nesta sexta-feira (31), mas estará para sempre eternizado no coração da família bugrina e dos amantes do futebol, sobretudo os que tiveram a sorte de vê-lo desfilar em campo. O zagueiro campineiro que brilhou com as camisas do Guarani - onde estreou como profissional com apenas 15 anos - e de outros grandes clubes, também fez história na Seleção Brasileira na década de 70, disputando e sendo titular absoluto da Copa do Mundo de 1978. Descanse em paz, Amaral, ou Feijão, como era carinhosamente chamado!", publicaram.


Pela Seleção Brasileira, Amaral disputou 40 jogos e se destacou na Copa do Mundo de 1978. Em um dos momentos mais memoráveis daquela edição, Amaral salvou um gol da Espanha em cima da linha, um lance crucial para que o Brasil avançasse até a fase final do torneio, no qual terminou em terceiro lugar.

Leia Também

Dê sua opinião: