Duas mulheres suspeitas de tráfico são presas em Teresina - Central 190
Sexta, 14 de junho de 2024, 18:28
Central 190

Duas mulheres suspeitas de tráfico são presas em Teresina

A ação ocorreu em uma kitnet que foi alugada para ser usada como depósito das drogas

A Polícia Militar do Piauí, através do Batalhão Especial de Policiamento do Interior (BEPI), realizou na noite desta quarta-feira (05), a prisão de duas mulheres suspeitas de tráfico e a apreensão de uma grande quantidade de drogas em uma kitnet no bairro São Sebastião, região do grande Dirceu, na Zona Sudeste de Teresina.

  
Prisão Foto: Divulgação
 
 
 

De acordo com o Tenente-coronel Alves, comandante do Bepi, as equipes está na em patrulhamento na região, quando receberam informações de uma movimentação suspeita em um endereço. Com isso, os policiais passaram a diligenciar e lá observaram que realmente estava tendo uma movimentação anormal. 

Com isso, as equipes ficaram de prontidão, quando um veículo se deslocou do endereço apontado e foi abordado. Nele estava as duas mulheres, que com elas foi localizado uma pequena quantidade de drogas. Na sequência, os policiais voltaram ao endereço de origem e localizaram uma grande quantidade de drogas, entre maconha, skunk, haxixe e entorpecentes sintéticos, assim como material para embalagem. 

“Dessa forma, foi dado de voz de prisão para as duas nacionais e todo esse material foi aprendido foram conduzidos e apresentados a DENARC para as devidas providencias legais junto aquela especializada”, disse Alves. 

Segundo o Bepi, todo o material aprendido foi: 03 invólucros grande de skunk; 03 tabletes de skunk; 28 invólucros de haxixe; 10 micropontos de LSD; 01 invólucro pequeno de pó de ecstasy; 81 comprimidos de  ecstasy; 02 balanças de precisão; 03 rolos de papel plástico; grande quantidade embalagem plástica e 02 aparelhos de celulares.

As presas foram identificadas apenas pelas iniciais R.F.S, de 29 anos e A.P.F.F, de 28 anos. Ainda de acordo com o comandante, a kitnet foi alugada para ser usada como depósito dos entorpecentes. Uma das presas já respondia por tráfico de drogas.

Leia Também

Dê sua opinião: