Filho de policial morre em confronto com a PM após perseguição em Teresina - Central 190
Sábado, 13 de julho de 2024, 23:27
Central 190

Filho de policial morre em confronto com a PM após perseguição em Teresina

O suspeito foi atingido durante uma perseguição policial e não resistiu aos ferimentos.

Na tarde desta segunda-feira (24), Wellington Douglas de Sousa Sena, conhecido como “Nêgo Wellington”, um dos três criminosos detidos durante uma ação policial no bairro Satélite, zona Leste de Teresina, morreu após ser alvejado na região das nádegas. A operação foi conduzida pelo Batalhão Especial de Policiamento do Interior (BEPI). O suspeito foi atingido durante uma perseguição policial e não resistiu aos ferimentos. Wellington Douglas também era filho de um policial e já possuía antecedentes criminais. Os outros dois indivíduos, Marcos Rafael Silva e Rafael Ferreira do Fidalgo, foram encaminhados à Central de Flagrantes.

“Nêgo Wellington” já era investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) por suspeita de envolvimento no duplo homicídio de Roniel de Souza Deó e Alan Carlos Silva Rabelo.

  

Morre um dos suspeitos.
Foto: Reprodução

   

Entenda o caso

A operação policial no bairro Satélite resultou na prisão de três indivíduos suspeitos de envolvimento com uma facção criminosa. Segundo informações do BEPI, os presos são acusados de homicídios e de serem membros de facções criminosas, estando na região à procura de desafetos.

A perseguição teve início quando os policiais do BEPI avistaram o grupo em alta velocidade e decidiram realizar a abordagem, desencadeando uma perseguição e troca de tiros. O veículo dos suspeitos foi interceptado após um dos indivíduos ser alvejado na perna. Durante a fuga, os suspeitos lançaram celulares sobre os telhados de residências na tentativa de se livrar das provas.

Durante a operação, o BEPI conseguiu apreender um veículo e uma pistola com dois carregadores. Um dos detidos possuía um mandado de prisão em aberto. O suspeito ferido foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Satélite, onde veio a falecer devido aos ferimentos. Os dois comparsas restantes foram levados para a Central de Flagrantes, onde estão sendo realizados os procedimentos legais cabíveis.

Leia Também

Dê sua opinião: