Polícia Federal desarticula esquema de regularização fundiária ilegal no Piauí - Central 190
Sexta, 14 de junho de 2024, 18:45
Central 190

Polícia Federal desarticula esquema de regularização fundiária ilegal no Piauí

A operação revelou que servidores municipais recebiam vantagens indevidas e utilizavam contas de terceiros para ocultar os valores obtidos ilegalmente

Nesta quinta-feira (6), a Polícia Federal deflagrou a Operação Tratado de Tordesilhas 2, dando continuidade à investigação sobre crimes contra bens públicos federais no âmbito do Programa de Regularizações Fundiárias (Reurb) no município de Cajueiro da Praia, Piauí. A ação resultou no cumprimento de 14 mandados de busca e apreensão.

  
Polícia Federal Reprodução/PF-PI
 
 
 


Mais de 60 policiais federais foram mobilizados para executar as ordens judiciais em Cajueiro da Praia, Luís Correia, Parnaíba e Teresina. Além das buscas, foi solicitado ao Tribunal de Justiça do Piauí o afastamento de servidores públicos municipais e de um tabelião de cartório, suspeitos de corrupção no esquema.
A operação inicial, deflagrada em novembro de 2023, revelou que servidores municipais recebiam vantagens indevidas e utilizavam contas de terceiros para ocultar os valores obtidos ilegalmente. Também foi identificada a participação crucial de funcionários de um cartório local no esquema criminoso.
As investigações apontaram que pessoas com baixo poder econômico, muitas vezes idosos, eram usadas para simular posse antiga de terrenos da União. Esses terrenos eram depois regularizados de forma fraudulenta junto à Secretaria de Patrimônio da União (SPU) e vendidos a preços supervalorizados. A prática gerava um aumento de valor de até 15.000% nos terrenos.
Os envolvidos poderão responder por crimes como organização criminosa, estelionato, falsidade ideológica, corrupção passiva e ativa, e lavagem de dinheiro.

Leia Também

Dê sua opinião: