Pix por aproximação: Banco Central anuncia novas regras do open finance para 2025 - Brasil
Sábado, 13 de julho de 2024, 23:08
Brasil

Pix por aproximação: Banco Central anuncia novas regras do open finance para 2025

O cronograma de implementação prevê a publicação de normas mais detalhadas no fim deste mês de julho e a realização de testes em meados de novembro.

O Pix passará a ter a opção de pagamento por aproximação com a criação de novas regras do open finance, ecossistema que permite o compartilhamento de dados pessoais, bancários e financeiros entre instituições, informou o Banco Central nesta quinta-feira (4).

A nova funcionalidade está prevista para ser lançada em 28 de fevereiro de 2025. O cronograma de implementação prevê a publicação de normas mais detalhadas no fim deste mês de julho e a realização de testes em meados de novembro.

  
Pix aproximação. Foto: Reprodução.
 
 
 

"Em relação à simplificação da jornada de iniciação de pagamentos, as novas regras do open finance irão diminuir etapas nos pagamentos online e possibilitarão a oferta de Pix nas carteiras digitais, as chamadas wallets", disse o BC em nota.

"A mudança abrirá espaço para a realização de pagamentos por aproximação com o Pix, permitindo que o usuário realize a transação sem a necessidade de acessar o aplicativo de sua instituição financeira", acrescentou.

Segundo a autoridade monetária, as novas regras visam, além de simplificar a jornada de iniciação de pagamentos com Pix, ampliar o escopo de instituições que serão obrigadas a participar do ecossistema do open finance e estabelecer a estrutura definitiva de governança do open finance.

As normas foram alteradas pelo BC e pelo CMN (Conselho Monetário Nacional) — colegiado formado pelos ministros da Fazenda (Fernando Haddad) e do Planejamento e Orçamento (Simone Tebet) e pelo presidente da autoridade monetária, Roberto Campos Neto.

O open finance passará a abranger instituições financeiras relevantes em determinados segmentos, como investimento e operações de câmbio, por exemplo. Segundo o BC, os potenciais clientes beneficiados pelo open finance passarão a representar 95% dos usuários do sistema financeiro nacional, ante 75% hoje.

Segundo Otávio Damaso, diretor de Regulação do BC, as medidas já estavam planejadas pelo BC e conectam as inovações tecnológicas criadas pela autoridade monetária.

"Com base nesse processo do open finance, a gente vai conseguir implementar o Pix por aproximação. É a combinação das diversas iniciativas que o BC vem desenvolvendo, open finance, Pix, Drex, quando começam a interagir entre si para potencializar os serviços financeiros para os clientes", disse.



BC

Leia Também

Dê sua opinião: