Festival de Inverno contará com ações educativas e Centro Integrado de Segurança - Cidades
Sexta, 14 de junho de 2024, 18:37
Cidades

Festival de Inverno contará com ações educativas e Centro Integrado de Segurança

O evento contará com um efetivo de 10 bombeiros militares, 100 policiais militares e 20 policiais civis.

A 18ª edição do Festival de Inverno em Pedro II contará com ações educativas realizadas pela Secretaria de Segurança Pública do Piauí, por meio da Diretoria de Defesa Social (DDS), e com o Centro Integrado de Segurança, por meio da Gerência de Operações e Investigações Criminais, entre os dias 30 de maio e 02 de junho de 2024. O evento contará com um efetivo de 10 bombeiros militares, 100 policiais militares e 20 policiais civis.

  
Festival de Inverno contará com ações educativas e Centro Integrado de Segurança Foto: Reprodução
 
 
 



“O Centro Integrado vai realizar os registros de ocorrência e teremos uma equipe pronta para realizar as diligências necessárias para cada caso. A equipe estará a postos para executar todos os procedimentos policiais, como o Termo Circunstanciado de Ocorrência e o Auto de Prisão em Flagrante. Além disso, será realizada a distribuição das pulseiras de identificação para as crianças", frisou o gerente de Operações e Investigações Criminais, Igor Alves.

Com objetivo de combater o uso de drogas e a prática de assédio, a Diretoria de Defesa Social da SSP realizará ações educativas durante todos os dias do festival, com os temas: “Drogas Não São Brincadeira” e “Ei, Mermã! Não Se Cale!”, com o objetivo de alertar a população sobre os danos sociais e agravos à saúde decorrentes do uso de drogas, além de orientar a sobre a violência contra a mulher.

  
Festival Foto: Reprodução/Redes Sociais
 
 
 



“Durante todo o Festival de Inverno de Pedro II, estaremos percorrendo bares e restaurantes realizando a distribuição do material informativo, sobretudo no que diz respeito à venda proibida de bebidas alcoólicas para crianças e adolescentes. Na área da mulher, este ano teremos uma tenda de acolhimento para realizar atendimento, escutas qualificadas, caso venha acontecer algum tipo de violação de direitos, alguma violência contra mulheres e demais grupos vulneráveis”, pontuou a diretora de Defesa Social da SSP-PI, Brenda Carvalho.

Leia Também

Dê sua opinião: