Site da UFPI é hackeado após protesto de estudantes - Educação
Quarta, 22 de maio de 2024, 09:44
Educação

Site da UFPI é hackeado após protesto de estudantes

A página inicial exibia uma tela preta com uma foto do presidente Lula (PT), além de ofensas e xingamentos aos estudantes que participaram do protesto

O site oficial da Universidade Federal do Piauí (UFPI) foi alvo de uma invasão hacker nesta quarta-feira (8). O ataque ocorreu um dia após estudantes ocuparem a reitoria em protesto por melhorias na infraestrutura e segurança do campus de Teresina.

  

Site hackeado Foto: Reprodução
   



Após detectar a invasão, o site foi retirado do ar. Em comunicado, a UFPI afirmou que a página foi imediatamente retirada do ar e que está reunindo informações para investigação. Por volta das 7h10, a página inicial exibia uma tela preta com uma foto do presidente Lula (PT), além de ofensas e xingamentos aos estudantes que participaram da manifestação no dia anterior.



O invasor também criticou a segurança digital da universidade, sugerindo que métodos ultrapassados são utilizados. A UFPI está investigando o caso em conjunto com a Superintendência de Tecnologia da Informação (STI) e deverá emitir um comunicado oficial sobre o ocorrido. A Polícia Federal será responsável pela investigação do ataque, por se tratar de um órgão federal.

Confira nota divulga pela UFPI: 

A Universidade Federal do Piauí (UFPI), por meio da Superintendência de Tecnologia da Informação (STI), informa que detectou, nesta manhã de quarta-feira (08), postagem irregular e indevida no site da Instituição. Imediatamente, a página foi retirada do ar e os dados relativos ao conteúdo estão sendo colhidos por especialistas em tecnologia para os devidos encaminhamentos aos órgãos federais competentes para investigação de suspeita de hackeamento e responsabilização dos autores do ato.

A UFPI lamenta o ocorrido, esclarece que preza pelos princípios democráticos, respeita manifestações pacíficas por meios legais e desaprova qualquer ação dessa natureza. Informa, ainda, que o site estará temporariamente fora do ar para cumprimento das providências necessárias. Solicita a compreensão da comunidade acadêmica até o restabelecimento do serviço.

Leia Também

Dê sua opinião: