Rafa Kalimann é acusada de quebra de contrato de exclusividade pela Perdigão - Entretenimento
Sábado, 13 de julho de 2024, 22:09
Entretenimento

Rafa Kalimann é acusada de quebra de contrato de exclusividade pela Perdigão

O contrato foi firmado em dezembro do ano passado, mas a situação ficou complicada quando a artista foi vista consumindo produtos da Seara.

A influenciadora e apresentadora Rafa Kalimann está no centro de uma disputa judicial com a empresa Perdigão, que a acusa de quebra de contrato de exclusividade. O contrato foi firmado em dezembro do ano passado, mas a situação ficou complicada quando a artista foi vista consumindo produtos da Seara, uma marca concorrente, em fevereiro, violando o acordo que previa exclusividade por três meses.

O caso ganhou destaque quando a Seara publicou vídeos mostrando Rafa Kalimann comendo pão e salsicha da marca, posando com o logotipo ao fundo e dando entrevista para uma repórter contratada pela Seara. Em resposta, a BRF S/A, que controla a Perdigão e a Sadia, entrou com uma ação de execução contra Rafa Kalimann e a Icone Talents, agência responsável por suas negociações.

  
A influencer tem contrato em vigor. Foto: Reprodução.
 
 
 

A ação, apresentada em 17 de junho, busca o reconhecimento da quebra de exclusividade. Segundo o documento, Rafa Kalimann fez propaganda dos produtos Perdigão em dezembro de 2023, incluindo um vídeo Reels no Instagram, repostagem no TikTok e um combo de Stories. No vídeo promocional de Natal da Perdigão, Rafa aparece elegantemente arrumada diante de um chester, destacando a importância dos produtos da marca para a celebração natalina e contando uma história divertida sobre um tio que atacou a iguaria antes da hora em uma festa de família.

De acordo com a Perdigão, tanto Rafa Kalimann quanto a agência foram notificadas extrajudicialmente. A empresa afirma que cobrou o pagamento da multa contratual, mas não recebeu resposta. Em um comunicado, a Perdigão declarou:

"Portanto, é nítido o total descaso com que a Executada vem tratando a situação, sem dar qualquer previsão quanto ao adimplemento de sua dívida, demonstrando claramente a intenção de não quitar a multa contratual, motivo pelo qual não restou alternativa à Exequente, senão requerer a este Juízo que seja a Executada compelida a efetuar o imediato pagamento do débito em aberto."

Inicialmente, a equipe de Rafa Kalimann afirmou desconhecer a ação, mas posteriormente emitiu uma nota oficial sobre o assunto, dizendo:

“Rafa sempre cumpriu com todos os seus deveres profissionais com rigor e dedicação. Desde que a atriz foi surpreendida por essa ação, fizemos contato imediato com a Perdigão para encontrar uma solução satisfatória a fim de sanar qualquer eventual dúvida. Continuamos comprometidos em resolver a situação de forma justa e transparente.”

O pedido de indenização de R$ 418 mil ainda não foi apreciado pela Justiça, e a disputa segue, aguardando as próximas decisões judiciais.

Leia Também

Dê sua opinião: