Ralf se emociona ao falar da morte de Chrystian: "Sempre mantive um profundo carinho" - Entretenimento
Sábado, 13 de julho de 2024, 22:10
Entretenimento

Ralf se emociona ao falar da morte de Chrystian: "Sempre mantive um profundo carinho"

Durante a entrevista, Ralf revelou detalhes sobre a separação da dupla, uma decisão que partiu de Chrystian.

O sertanejo Ralf abriu seu coração sobre a morte de seu irmão e parceiro de longa data, Chrystian, durante uma entrevista ao programa “Fantástico” no domingo, 23 de junho. Mesmo após quatro anos de afastamento, Ralf garantiu que sempre manteve um profundo carinho pelo irmão. "E eu fiquei muito triste. No momento que ele parou mesmo tudo e faleceu estava estudando e eu senti uma brisa suave. Eu falei: o meu irmão foi embora”, contou Ralf, visivelmente emocionado.

  

O cantor concedeu entrevista exclusiva ao Fantástico. Foto: Reprodução
   

Chrystian faleceu na última quinta-feira, 20 de junho, no Hospital Samaritano, em São Paulo, onde estava internado devido a graves problemas de saúde. A notícia abalou o mundo da música sertaneja, deixando uma legião de fãs e admiradores em luto.

Durante a entrevista, Ralf revelou detalhes sobre a separação da dupla, uma decisão que partiu de Chrystian. “Ele queria gravar com os sertanejos que estão começando, os universitários. A gente nunca brigou, mas não se falava mais, eu esperava que ele fosse me ligar, porque ele desmanchou. Eu sabia que ele estava doente, mas não nesse estado,” confessou Ralf.

Ralf lamentou profundamente a falta de uma reconciliação musical com Chrystian. “Sempre sonhei que a gente ia voltar, e sempre esperei que ele fosse me procurar, por bobeira minha, não o procurei,” disse ele. A dupla, que um dia alcançou a marca de mais de 15 milhões de cópias vendidas, viu seus planos interrompidos pela distância e, agora, pela perda definitiva.

Chrystian sofria de rim policístico, uma condição genética caracterizada pela formação de cistos nos rins, comprometendo o funcionamento do órgão. Ralf, apesar de saber da doença do irmão, não tinha noção da gravidade da situação. Chrystian precisava passar por um transplante de rim, mas a cirurgia, prevista para outubro deste ano, foi adiada devido a um cateterismo que ele precisou realizar. A doadora do rim seria sua esposa, Key Vieira.

Infelizmente, a condição de Chrystian se agravou rapidamente, levando à sua internação na quarta-feira, 19 de junho. Ele não resistiu e faleceu devido a um choque séptico, causado por uma pneumonia e outras comorbidades.

Leia Também

Dê sua opinião: