Açudes do Piauí atingem níveis críticos com excesso de água - Piauí
Sexta, 14 de junho de 2024, 18:16
Piauí

Açudes do Piauí atingem níveis críticos com excesso de água

27 reservatórios monitorados pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) ultrapassando 94% da cota de sangria.

Os açudes do Piauí estão registrando níveis de água extraordinariamente altos, com 27 reservatórios monitorados pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) ultrapassando 94% da cota de sangria. Três deles, incluindo o Açude Piracuruca, já excederam 100%.

 

Açudes no Piauí. Foto: Reprodução
 

Cotas Atuais dos Açudes no Piauí:

Açude Piracuruca: 100,25%

Açude Ingazeiras (Paulistana): 100,04%

Açude Caldeirão (Piripiri): 100,00%

Açude Taboquinha (Beneditinos): 99,99%

Açude Emparedado (Campo Maior): 99,98%

Açude Mesa de Pedra (Valença do Piauí): 99,98%

Açude Poço do Marruá (Patos do Piauí): 99,98%

Açude Corredores (Campo Maior): 99,97%

Açude Pedra Redonda (Conceição do Canindé): 99,97%

Açude Estreito (Padre Marcos): 99,97%

Açude do Bezerro (José de Freitas): 99,96%

Açude Salinas (São Francisco do Piauí): 99,94%

Açude São Vicente (São Miguel do Tapuio): 99,88%

Açude Anajás (Piripiri): 99,77%

Açude Jenipapo (São João do Piauí): 99,42%

Açude Joana (Pedro II): 99,27%

Açude Nonato (Dom Inocêncio): 99,27%

Açude Caracol**: 99,25%

Açude Cacimba (Campinas): 98,13%

Açude Piaus (São Julião): 97,76%

Açude Bocaina: 97,62%

Açude Algodões II (Curimatá): 97,58%

Açude Cajazeira (Pio IX): 96,98%

Açude Bonfim: 96,45%

Açude Petrônio Portela (São Raimundo Nonato): 95,32%

Açude Poços I (Itainópolis): 94,88%

Açude Barreiras (Fronteiras): 94,26%


O Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi), que administra 15 dessas barragens, garante que não há riscos para as comunidades próximas. Segundo o diretor-geral do Idepi, Felipe Eulálio, todas as barragens foram inspecionadas e estão seguras. Atualmente, essas barragens armazenam um total de 1,5 bilhão de m³ de água.


“Estamos programando uma manutenção regular nessas barragens. Já fizemos as contratações e aguardamos a redução do nível da água para iniciar os trabalhos com segurança. Essa manutenção é necessária, mas não representa um risco imediato para a população”, explicou Eulálio.


Ele também destacou que o grande volume de água armazenado será crucial para o abastecimento de alguns municípios que enfrentam dificuldades durante os períodos mais quentes do ano. Além disso, o estado se prepara para receber duas novas barragens: a de Atalaia, nos municípios de Sebastião Barros e Corrente, e a de Nova Algodões, em Cocal, no Norte do Piauí.

Leia Também

Dê sua opinião: