FMS vai abrir mais 1.700 vagas para vacina da Dengue em Teresina - Piauí
Sábado, 25 de maio de 2024, 23:16
Piauí

FMS vai abrir mais 1.700 vagas para vacina da Dengue em Teresina

Neste momento, a vacina contra a dengue está sendo destinada a crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos.

Amanhã, 10 de maio, às 10 horas, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina abre o quarto agendamento para a vacinação contra a dengue, desta vez disponibilizando 1.700 vagas.  Já foram abertas, de 6 a 9 de maio, o total de 3.036 vagas para a primeira dose do imunizante. A marcação poderá ser feita pelo site https://vacinateresina.fms.pmt.pi.gov.br/.

Neste momento, a vacina contra a dengue está sendo destinada a crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos, conforme as diretrizes do Ministério da Saúde. "A FMS é responsável em aplicar as vacinas, quem define o público alvo é o Ministério da Saúde. Vamos abrir agendamento sempre que recebermos novas doses e avisaremos amplamente", explica a coordenadora de vacinação, Emanuelle Dias.  

Vacina Contra a Dengue Reprodução
  

O esquema da imunização contra a dengue é de duas doses, com intervalo de três meses. "Se a pessoa teve dengue recentemente, é recomendado que ela aguarde um intervalo de seis meses para iniciar o esquema vacinal", esclarece Emanuelle Dias.

No momento da vacinação, é necessário apresentar CPF ou cartão do SUS, documento de identificação, caderneta de vacina e um comprovante de endereço de Teresina.

PREVENÇÃO

As autoridades em saúde da FMS alertam que a melhor forma de prevenção da dengue é evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, eliminando água armazenada que podem se tornar possíveis criadouros. 

Aedes aegypti é o nome da principal espécie que transmite os vírus da dengue, o vírus causador da febre chikungunya e o Zika vírus. Essa espécie tem como característica a presença de marcações brancas nas pernas e no dorso (em formato de uma lira). 

"É um mosquito doméstico, que vive dentro ou ao redor de domicílios ou de outros locais frequentados por pessoas, como estabelecimentos comerciais, escolas ou igrejas, por exemplo. A fêmea tem hábitos preferencialmente diurnos e alimenta-se de sangue humano para fazer a maturação dos seus ovos", diz Walfrido Salmito, diretor de Vigilância em Saúde da FMS.

Leia Também

Dê sua opinião: