Piauí registra 581 casos de estupro em 2024, com 80% das vítimas menores de 14 anos - Piauí
Terça, 16 de julho de 2024, 01:28
Piauí

Piauí registra 581 casos de estupro em 2024, com 80% das vítimas menores de 14 anos

Identificar sinais de abuso sexual em crianças e adolescentes é fundamental para a proteção e intervenção precoce.

Neste ano, o Piauí já registrou 581 casos de estupro, conforme dados alarmantes divulgados pela Secretaria de Segurança Pública do estado. Esses números revelam uma média de quase três casos por dia, sendo que 80% das vítimas são crianças e adolescentes menores de 14 anos, enquadrando-se na categoria de estupro de vulnerável.

  
Acusado de estupro de vúlneravel Foto: reprodução
 
 
 

A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) destaca que esses números podem ser ainda maiores, uma vez que muitos casos de violência sexual não chegam a ser notificados às autoridades. O delegado Hugo Alcântara enfatiza que o constrangimento das vítimas, dificuldades em expressar o ocorrido e o receio de denunciar são fatores que contribuem para essa subnotificação.

O conselheiro tutelar Ivan Cabral ressalta que o medo de represálias também impede muitas denúncias. Ele enfatiza a importância de denunciar qualquer forma de violência, pois a omissão pode colocar em risco a vida das crianças: "Se não denunciarmos, isso pode tirar a vida de uma criança." A legislação brasileira prevê penas severas para crimes de estupro, variando de 8 a 30 anos de reclusão, dependendo das circunstâncias do crime.

Identificar sinais de abuso sexual em crianças e adolescentes é fundamental para a proteção e intervenção precoce. Mudanças abruptas de comportamento, reações de medo sem causa aparente, desinteresse por atividades antes apreciadas, problemas escolares e distúrbios de sono ou alimentação são indicativos que podem sugerir abuso.

Leia Também

Dê sua opinião: