DHPP instaura inquérito para investigar morte de músico após acidente e tiroteio - Polícia
Segunda, 24 de junho de 2024, 17:21
Polícia

DHPP instaura inquérito para investigar morte de músico após acidente e tiroteio

Os policiais militares envolvidos na ocorrência já foram ouvidos na Central de Flagrantes.

O delegado Francisco Costa, conhecido como Baretta, coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), determinou a instauração de um inquérito policial para investigar a morte de Carlos Henrique, de 24 anos. O músico faleceu após um acidente de trânsito seguido de um tiroteio envolvendo a Polícia Militar.

 
Delegado Francisco Costa, o Barêtta Foto: Reprodução
 

O delegado destacou que a perícia no local do crime não foi realizada e que pode ser necessária uma reconstituição do caso. “A especializada não foi acionada. É imprescindível a apuração dessa ocorrência, pois houve uma intervenção policial com resultado morte, portanto, temos que definir a natureza jurídica da morte e suas circunstâncias”, afirmou Baretta.

Os policiais militares envolvidos na ocorrência já foram ouvidos na Central de Flagrantes. O depoimento deles será encaminhado ao DHPP e juntado aos autos do inquérito.

A mãe de Carlos Henrique, Alessandra Maria, expressou sua dor e indignação em entrevista à imprensa. “Muita dor, não tenho palavras para explicar. Porque ele tirou a vida do meu filho, ele levou um pedaço do meu coração junto. Ele deixou uma família triste chorando hoje. Uma esposa. E esclarecer, meu filho não era bandido, meu filho era músico. Era trabalhador, honesto. Bandidos foram os que fugiram e o que matou ele”, lamentou Alessandra.

Carlos Henrique morreu após o carro onde estava ter sido atingido violentamente por um SUV que fugia de uma perseguição policial no cruzamento das avenidas Presidente Kennedy e Dom Severino. Testemunhas relataram que, após a colisão, três suspeitos saíram do SUV e houve um tiroteio com policiais do 9° Batalhão da Polícia Militar. Durante a troca de tiros, o motorista do carro de aplicativo tentou se proteger, mas Carlos Henrique, que era passageiro, acabou atingido pelos disparos.

Leia Também

Dê sua opinião: