Mãe é presa acusada de matar filho de cinco meses no sul do Piauí - Polícia
Segunda, 24 de junho de 2024, 16:42
Polícia

Mãe é presa acusada de matar filho de cinco meses no sul do Piauí

A perícia realizada no local descobriu que o bebê apresentava sinais de lesão no pescoço, descartando a possibilidade de um acidente doméstico.

Na última terça-feira (21) no município de São João da Canabrava, interior do Piauí, um bebê de cinco meses, identificado como Miguel de Sousa Santos, foi encontrado morto com o pescoço quebrado. A mãe da criança, Selma de Sousa Santos, foi presa em decorrência do ocorrido.

  
Miguel de Sousa Santos
Foto: Reprodução
 
 
 

De acordo com a Polícia Militar, Selma alegou que acordou e encontrou seu filho sem vida, chamando imediatamente familiares para pedir ajuda. Contudo, a perícia realizada no local descobriu que o bebê apresentava sinais de lesão no pescoço, descartando a possibilidade de um acidente doméstico e sugerindo que a morte foi intencional.

"O exame de perícia constatou que, provavelmente, a criança estava com o pescoço quebrado, eliminando a hipótese de acidente que a mãe mencionou, como ter dormido por cima do bebê e asfixiado. O exame de corpo de delito afastou essa possibilidade", explicou o cabo Franco, comandante do Grupamento da Polícia Militar.

Após a realização da perícia, Selma de Sousa Santos foi encaminhada à Central de Flagrantes e autuada por homicídio culposo. O comandante da PM também informou que existia uma medida do Conselho Tutelar para retirar a guarda da criança de Selma, mas que ainda estava em processo de decisão pela Justiça.

RELEMBRE

Na manhã desta terça-feira (21), um bebê foi encontrado morto no Povoado Santa Úrsula, em São João da Canabrava, a 39 km de Picos. A Polícia Civil foi acionada e uma equipe da Perícia Criminal se deslocou para investigar as causas do falecimento. 

Segundo o comandante do Grupamento de Polícia Militar de São João da Canabrava, cabo Franco, a mãe da criança percebeu que a bebê não tinha sinais de vida ao acordar e imediatamente procurou ajuda de familiares próximos. "Recebemos informações que por volta de 7h da manhã, a mãe teria corrido na casa de parentes que moram próximo, informando que a bebê estava morta. A família tentou reanimar, mas sem sucesso. A mãe desesperada ainda teria mencionado que não se sabe se chegou a dormir por cima da criança", explicou cabo Franco.

A polícia também informou que a mãe da bebê enfrentava problemas com o consumo de álcool e havia suspeitas de uso de entorpecentes. Essas informações estão sendo investigadas como parte do inquérito para esclarecer as circunstâncias da morte da criança.

O Grupamento de Polícia Militar de São João da Canabrava comunicou o caso à Polícia Civil, que enviou uma equipe da Perícia Criminal de Picos para realizar uma análise detalhada. O corpo da bebê será submetido a necrópsia para determinar a causa exata da morte.

Leia Também

Dê sua opinião: