Suspeito de matar ex-companheira havia declarado intenção de crime, revela mãe - Polícia
Sábado, 13 de julho de 2024, 23:25
Polícia

Suspeito de matar ex-companheira havia declarado intenção de crime, revela mãe

Ela foi morta com 12 facadas e não resistiu aos ferimentos.

O caso de homicídio ocorrido na madrugada de domingo (30) em Teresina ganhou novos detalhes com o depoimento da mãe do suspeito, que revelou à polícia que o filho saiu de casa determinado a matar a ex-companheira, Josilene da Silva Moreira, de 37 anos.

Josilene estava com o atual companheiro, Luís Vitorio da Silva, de 40 anos, em uma residência no bairro Leonel Brizola, zona Norte de Teresina, quando o suspeito invadiu o imóvel e atacou ambos. Ela foi morta com 12 facadas e não resistiu aos ferimentos. O atual companheiro de Josilene foi socorrido com vida e apresenta ferimentos graves, incluindo cortes no braço, pescoço, face, e dois golpes no tórax, um dos quais perfurou seu pulmão.

  

Feminicidio em Teresina. Foto: Reprodução
   

Em depoimento à Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o delegado Francisco Costa Baretta confirmou que a mãe do suspeito afirmou que o filho saiu de casa por volta das 2h da manhã do domingo com a intenção de matar Josilene. Segundo a mãe, o suspeito informou a ela sobre suas intenções antes de cometer o crime por volta das 4h.

A polícia revelou que o homem arrombou a porta da casa da vítima para ter acesso ao imóvel. O atual companheiro de Josilene, Luís Vitorio, relatou que ele e Josilene estavam em uma festa antes do crime e que seu relacionamento era recente. Seu irmão, que compareceu ao DHPP, afirmou não ter conhecimento de ameaças anteriores ou problemas no relacionamento.

Josilene e o suspeito haviam terminado o relacionamento há quase um ano, mas ele continuava a ameaçá-la, conforme informações da polícia. O caso segue sob investigação para localizar e prender o suspeito.

Leia Também

Dê sua opinião: