Equatorial Piauí passará a cobrar tarifa extra de clientes com energia solar - Cidades
Sexta, 14 de junho de 2024, 19:42
Cidades

Equatorial Piauí passará a cobrar tarifa extra de clientes com energia solar

O valor da tarifa irá variar de acordo com o consumo e geração de energia.

A partir deste mês de junho, os clientes da Equatorial Energia no Piauí que instalaram sistema de energia solar a partir de janeiro de 2023 começarão a pagar uma tarifa pelo uso da rede de energia e distribuição, conforme regulamentação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Segundo comunicado enviado pela empresa, "a Equatorial aplicará a cobrança da parcela referente à TUSD Fio B a partir do faturamento de junho deste ano." Os valores a serem cobrados podem ser consultados no site da empresa, onde há informações sobre a operacionalização da nova forma de compensação da energia gerada.

  
Informações na conta de energia. Foto: reprodução
 
 
 

Embora haja compensação da energia consumida, a empresa ressalta que a rede de distribuição e transmissão é necessária para o transporte da energia injetada. Portanto, será cobrado o uso da rede de distribuição e transmissão, além de encargos e tributos.

A gerente executiva de grandes clientes da Equatorial Piauí, Laila Moura, explicou: "Nós vamos ter uma média de 10 a 12 mil clientes que já podem ser cobrados dessa maneira, mas é importante ressaltar (...) que nem todos vão ter essa tarifação imediatamente." Clientes conectados antes de 7 de janeiro de 2023 estão isentos da cobrança até 31 de dezembro de 2045, enquanto os conectados a partir dessa data terão a cobrança de forma gradual.

O valor da tarifa irá variar de acordo com o consumo e geração de energia. "Isso é variável de acordo com o que o cliente injeta. Como a energia solar é uma energia que varia de acordo com a radiação do sol, mês a mês, e com o consumo do cliente, esse valor não é fixo", destacou Laila Moura.

Leia Também

Dê sua opinião: