Menino de 13 anos morre após ter corpo queimado por ex-padrasto no Piauí - Cidades
Quarta, 22 de maio de 2024, 08:29
Cidades

Menino de 13 anos morre após ter corpo queimado por ex-padrasto no Piauí

O incêndio chamou a atenção dos moradores locais, que foram ao endereço na tentativa de socorrer as vítimas.

Morreu nesta sexta-feira (10) o adolescente Flávio Henrique de Andrade Pereira, de 13 anos, que estava internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) após ter o corpo queimado em um incêndio provocado pelo ex-padrasto, Marcos Fortes, na cidade de Altos, no último dia 3 de maio. No mesmo dia, o acusado matou Helioene de Andrade, a mãe do menino. 

A informação foi confirmada à imprensa pela casa de saúde. As outras vítimas do incêndio, mãe e irmã de Helioene, foram encaminhadas para a ala de queimados do HUT e estão fora de perigo. Já Marcos Fortes permanece em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).  

  
HUT Divulgação/ FMS
 
 
 

Entenda o caso

Flávio foi levado ao HUT, com queimaduras graves, na noite do dia 3 de maio, logo após o seu ex-padrasto, Marcos Fortes, ter matado a sua mãe e provocado um incêndio na casa onde o jovem vivia com a família, na Avenida Nossa Senhora de Fátima, em Altos.  

O crime foi motivado pelo fato de Marcos Fortes não aceitar o fim do relacionamento com Helioene de Andrade. Inconformado com o término, o acusado invadiu a residência, desferiu golpes de faca na ex-mulher e ateou fogo na casa. 

O incêndio chamou a atenção dos moradores locais, que foram ao endereço na tentativa de socorrer as vítimas. Testemunhas relatam que, após sair da casa em chamas, Marcos Fortes se jogou na frente de um veículo e, em seguida, tentou cortar o próprio pescoço, e segue internado em estado grave.

Fonte: GP1

Leia Também

Dê sua opinião: