MP recomenda desclassificação de parentes da prefeita em concurso no Piauí - Cidades
Quarta, 22 de maio de 2024, 08:45
Cidades

MP recomenda desclassificação de parentes da prefeita em concurso no Piauí

O MPPI iniciou um procedimento em 24 de abril para investigar possíveis irregularidades no concurso municipal.

O Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI) emitiu uma recomendação administrativa nesta segunda-feira (6), exigindo que a prefeita de Tamboril do Piauí, Ana Delcides Figueiredo Guedes (MDB), desclassifique imediatamente do concurso público do município os candidatos Raissa Figueiredo Guedes, Ravena Figueiredo Guedes e Kamuel Kessler Barbosa Alves. O prazo estipulado é de 72 horas.

 

À esquerda, Ravena Figueiredo Guedes, ao centro, a prefeita Ana Delcides Figueiredo (MDB), e à direita, Raíssa Figueiredo Guedes. Foto: Reprodução
 

A recomendação foi emitida pela Promotoria de Justiça de Canto do Buriti, sob a responsabilidade do promotor Yan Cavalcante. Os candidatos em questão são parentes da prefeita e foram aprovados em 1º lugar para os cargos pelos quais concorreram. Além disso, eles têm vínculo familiar com um membro da comissão do concurso.


Segundo o MP, as inscrições dos candidatos não deveriam ter sido aceitas, pois Teresa Cristina Piauilino de Aguiar Guedes, com quem possuem parentesco, é membro titular da Comissão Especial de Concurso Público do município de Tamboril do Piauí, conforme a Portaria nº 11/2023, de 3 de agosto de 2023.


Além da desclassificação dos candidatos Raíssa, Ravena e Kamuel, o Ministério Público também recomenda a republicação do resultado do certame e a continuidade dos demais procedimentos, sem a inclusão desses candidatos como habilitados ou aprovados. O prazo para cumprimento da recomendação é de 72 horas a partir da notificação.


O MPPI iniciou um procedimento em 24 de abril para investigar possíveis irregularidades no concurso municipal. Além das duas filhas e do genro da prefeita, que conquistaram o 1º lugar no concurso, um primo da gestora também foi aprovado para o cargo de professor na prova, embora seu nome não tenha sido divulgado.

Leia Também

Dê sua opinião: