Dr. Pessoa descarta aumento da tarifa de ônibus: "Só depois que eu morrer" - Política
Quarta, 22 de maio de 2024, 08:04
Política

Dr. Pessoa descarta aumento da tarifa de ônibus: "Só depois que eu morrer"

A declaração do prefeito surge em meio a tensões no transporte coletivo da cidade.

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (PRD), colocou sua vida em jogo ao descarta qualquer possibilidade de aumento da tarifa de ônibus coletivo durante sua gestão. Em uma declaração contundente à imprensa, o prefeito garantiu que o valor da passagem permanecerá inalterado até o término de seu mandato.

  

Dr. Pessoa com os vereadores Bruno Vilarinho e Markim Costa durante filiação no PRD. Central Piauí
  

"[Aumento da passagem] só depois que eu morrer, não aceito aumento de tarifa de ônibus aqui. No passado era de três em três meses, tinha uma confusão. Nós começamos com R$ 4 e não vai aumentar, se não diminuir, não vai aumentar na minha administração", afirmou o prefeito Dr. Pessoa, demonstrando firmeza em sua decisão.

A declaração do prefeito surge em meio a tensões no transporte coletivo da cidade, com motoristas e cobradores aprovando estado de greve em uma assembleia realizada na última quarta-feira (08). Os trabalhadores reivindicam reajustes salariais, aumento do ticket alimentação e melhorias no plano de saúde, ameaçando paralisar o serviço caso suas demandas não sejam atendidas. O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (SETUT) esclareceu que ainda não foi notificado sobre a situação.

Enquanto isso, o governo federal anunciou investimentos para Teresina, com a previsão de aquisição de 30 ônibus elétricos para a renovação da frota do transporte público. Essa medida não só contribuirá para a modernização do sistema de transporte da cidade, mas também promoverá benefícios ambientais ao reduzir a emissão de poluentes.

Leia Também

Dê sua opinião: