Grupo de Sílvio Mendes denuncia assédio político e pretende acionar a Justiça - Política
Sábado, 25 de maio de 2024, 23:47
Política

Grupo de Sílvio Mendes denuncia assédio político e pretende acionar a Justiça

O assunto ganhou proporção e será levado à Justiça Eleitoral, pelo deputado estadual Jeová Alencar (Republicanos).

Nos últimos dias, a cúpula ligada ao pré-candidato à Prefeitura de Teresina, Sílvio Mendes (UB), tem exposto tentativas de líderes vinculados ao pré-candidato do PT, deputado estadual Fábio Novo, de assediar integrantes das chapas proporcionais do Progressistas, União Brasil e Republicanos.


  

Sílvio Mendes pré-candidato a prefeito de Teresina.
Foto: Reprodução

   


O assunto ganhou proporção e será levado à Justiça Eleitoral, pelo deputado estadual Jeová Alencar (Republicanos), pré-candidato a vice de Sílvio. "Vamos denunciar e buscar as providências legais para barrar este absurdo", enfatizou uma fonte ligada ao grupo.

Na segunda-feira (13), estão programadas a apresentação de diversas provas sobre a denúncia, segundo um interlocutor do grupo, que preferiu manter o anonimato. Este revelou que materiais contundentes estão reunidos para serem entregues aos órgãos competentes. O pré-candidato a vereador do União Brasil, Dilson Resende, chegou a gravar um vídeo na semana passada denunciando a atuação do governo para desmontar as chapas de oposição.

Em um recente episódio, o pré-candidato a vereador do União Brasil, Fabrício Sousa, abandonou a oposição e declarou apoio a Fábio Novo. Horas depois, Sílvio Mendes falou que Sousa o procurou com um grupo de empresários, oferecendo financiamento milionário de campanha, proposta que foi recusada. Após a negativa, Sousa mudou de lado. "Continuarei resistindo a não participar desse submundo da política ilegal e suja", destacou Sílvio Mendes em entrevista.

Leia Também

Dê sua opinião: